ADICIONANDO O PRODUTO AO CARRINHO

BLOG

Novidades
Hoje vamos contar um pouquinho sobre as histórias das cervejas no natal e, claro, iremos te dar algumas dicas de harmonização para que sua ceia fique ainda mais saborosa! Como todos sabem, o Natal é uma festa cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo. Mas, o que nem todos sabem é que a comemoração desta data representativa para o cristianismo herdou algumas práticas do paganismo, como por exemplo, a troca de presentes, a cultu...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Você é muito bom em beber cerveja, certo? Mas já parou para pensar em como é feito este líquido sagrado? Hoje vamos contar um pouco sobre os principais processos para produção da cerveja, portanto pegue sua cerveja, fique confortável e vamos começar a produção: Fabricar cerveja é relativamente complexo e envolve vários equipamentos, especialmente quando comparada com o vinho. Os mestres cervejeiros tê...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Da mesma forma que, para cada tipo de vinho há uma taça mais adequada, na cerveja, a conversa é no mesmo tom. Alguns estilos tem o seu copo específico para que você tire o melhor proveito dos aromas e preservação da espuma. Inclusive, temos um texto bem bacana falando sobre isso, relembre aqui. Na falta de um copo/taça sugerido para a cerveja que você provará, uma taça de vinho branco ou bordeaux, tulipa ou até me...
ler mais
AVALIAÇÃO:
As duas bebidas alcoólicas mais populares, de longe, são cerveja e vinho, consumidas há milhares de anos. O vinho sempre teve seus tradicionais amantes e conhecedores, mas a nova onda no mundo da cerveja artesanal tem garantido novos adeptos. E agora vem uma afirmação que vocês podem se surpreender: eles possuem mais semelhança do que se imagina! Quer ver? Cerveja e vinho são naturalmente bebidas fermentadas. A levedura é respons&aac...
ler mais
AVALIAÇÃO:
A água é um dos elementos mais essenciais da Terra. Sem ela não haveria vida. A água também é o principal ingrediente na fabricação da cerveja artesanal. Sem ela não haveria cerveja. A água constitui mais de 95% do conteúdo total de ingredientes de uma cerveja, e certamente tem uma grande influência no produto final. O sabor, a estabilidade sensorial, espuma e drinkability são fortemente inf...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Referência na cultura belga, atualmente ouve-se muito sobre a tradição milenar das Cervejas de Abadia e Trapistas e nesse texto falaremos um pouco sobre elas. Ordens religiosas têm fabricado cerveja na Europa desde a Idade Média. A fabricação de cervejas era parte dos trabalhos diários dos monges e padres nos mosteiros e abadias medievais. Boa parte dessas instituições foram destruídas mas mesmo assim ainda restam muito...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Com a chegada do friozinho, alguns estilos ganham destaque e entre eles estão as cervejas mais escurecidas e com sensação de boca mais intensas. Dentre esses estilos, estão as stouts e porters, que apesar de serem comumente confundidas, têm algumas diferenças sutis que as deixam únicas. O estilo Porter apareceu na Inglaterra, próximo do século XVII, onde era feito de uma mistura de três outros estilos – old ale, pale ale ...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Que o lúpulo e a cerveja formam uma dupla imbatível todos já sabem. O que a maioria não deve saber é que eles estão juntos há tantos anos. Há registros de que ele foi usado a primeira vez na cerveja no século XI, em região onde hoje é a Alemanha, por Hildegard of Bingen. O lúpulo foi introduzido nas cervejas da Inglaterra no início do século XVI, e, no caso dos Estados Unidos, o cultivo come&ccedi...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Muitos já ouviram falar da Lei da Pureza, essa de nome bem complicado e de difícil pronúncia, a Reinheitsgebot. Promulgada em 1516, pelo Duque Guilherme IV da Baviera, sul da Alemanha, a lei ditava uma série de regras e comportamentos em relação ao consumo da cerveja, e entre elas, uma das mais famosas, seria a determinação dos ingredientes que poderiam fazer parte da produção de uma cerveja, que são: malte de cevada (m...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Segundo a Legislação Brasileira, bebida alcoólica é a bebida com graduação alcoólica acima de 0,5% até 54% de álcool etílico potável (em volume), podendo ser: fermentada, destilada, retificada ou por mistura. A cerveja é considerada sem álcool quando possuí índice menor do que 0,5 %, neste caso não é obrigatória a declaração da graduação no r&...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Um assunto que faz parte das mesas dos bares e é frequentemente discutido pelos amantes de cerveja é quanto ao tipo de embalagem que melhor a conserva: garrafa ou lata? Há muitos anos a cerveja é consumida em garrafas de vidro, já o surgimento da cerveja em lata apareceu somente no século XX. A lata, frequentemente é vista de uma forma negativa por aqui, pois muitos acreditam que estão ligadas a bebidas de baixa qualidade. M...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Quando se fala em mercado da Cerveja pode-se encontrar dois lados:  o tradicional e o novo. O tradicional, é claro, ajudou a moldar a indústria de hoje e foi ele o responsável pela produção, partindo de descobertas acidentais e chegando ao estado de arte que temos hoje. O novo mundo da produção é inovador e dinâmico, os estilos de cervejas estão em constante movimento, alterando suas características, devido principa...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Se você ama cerveja e está planejando visitar a Bavária, aconselho reservar alguns dias para conhecer as cidades menores ao redor de Munique. As possibilidades de tours em cervejarias são infinitas, e você ainda aproveita boa comida e a simpatia dos locais. Mas se além de um tour cervejeiro você quiser ter uma experiência turística incrível, inclua no seu roteiro uma visita à Weltenburger Kloster – a mais antiga cerve...
ler mais
AVALIAÇÃO:
MULHER E CERVEJA Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, fizemos um post dedicado à elas. E sim, ainda estamos falando de cerveja! Vamos aqui contar alguns fatos curiosos e interessantes que mostram o papel fundamental que a mulher teve e ainda tem na história da cerveja.   E a mulher criou a cerveja...     A cerveja surgiu há mais de 9000 anos atrás, na Mesopotâmia. Nesta época,  a produção da cerveja era co...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Estamos na quaresma, período entre Carnaval e Páscoa em que alguns cristãos fazem um rigoroso jejum. Sacrifício um tanto quando difícil de cumprir, né? Mas você continuaria achando um sacrifício se este jejum fosse a base de cerveja? Pois era exatamente isso o que acontecia há mais de 300 anos atrás com os monges alemães: 46 dias de quaresma consumindo apenas cerveja - a Doppelbock.   Doppelbock é a vers&at...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Elas surgiram no século 20, fáceis de manusear e de baixo custo de produção, as latas revolucionaram o mercado cervejeiro.  Para se ter uma ideia,  sua supremacia se estende até os dias atuais, onde 60% das cervejas que saem das fábricas norte-americanas são vendidas no formato de lata. Apesar disso, é visível o preconceito com as latinhas de cerveja, confesso que eu mesmo sofro desse mal, sempre compro cervejas em garrafa...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Com certeza você já percebeu por aí as prateleiras cheias de Christmas Beers. E espero que esteja degustando algumas também. Mas você sabia que, muito mais do que uma simples sazonal, a “Cerveja de Natal” tem em sua história um monte de curiosidades e fatos interessantes?       Christmas Beer, ou Christmas Ale, não é um estilo de cerveja, segundo Brewers Association. E por não existir uma formaliza&c...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Os alemães tem orgulho de consumir sua cerveja local, e isso é um fato que caracteriza esta escola cervejeira. Por isso, na Alemanha cada região do país tem um estilo preferido. Alguns são muito famosos, como o estilo Kölsch de Colônia, a Altibier tradicional de Dusseldorf, e Rauchbier de Bamberg. Outros, pelo fato de serem tão exclusivos e regionais, não são tão conhecidos pela maioria dos cervejeiros. Este é o cas...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Já falamos aqui no blog algumas vezes sobre as cervejas trapistas, e você inclusive já pôde acompanhar o roteiro trapista realizado pelo Destinos Cervejeiros. Durante muito tempo existiam apenas 7 trapistas no mundo: Achel, Chimay, La Trappe, Orval, Rochefort, Westmalle e Westveleteren. São cervejas já conhecidas e relativamente fáceis de encontrar no Brasil.     De 2012 pra cá mais 3 cervejas ganharam o selo “Authentic Tra...
ler mais
AVALIAÇÃO:
Elas são simples de transportar e estocar, fáceis de reciclar, e geralmente mais baratas. Estas são só algumas das razões pelas quais as cervejarias vem cada vez mais aderindo às cervejas em lata. Por serem mais leves e ocuparem menos espaço, as latas fazem com que o transporte e estocagem da cerveja sejam mais baratos. O metal usado nas latas (alumínio) é 100% reciclável, o que faz com que elas também ganhem a simpati...
ler mais
AVALIAÇÃO: